PESQUISANDO OS ANIMAIS DOMÉSTICOS – 2°M

OS ANIMAIS DOMÉSTICOS

    OS HOMENS FORAM AMANSANDO, DOMESTICANDO ALGUNS ANIMAIS, TORNANDO POSSÍVEL O SEU CONVÍVIO NO NOSSO MEIO. ALGUNS DELES ESTÃO NAS NOSSAS CASAS E OUTROS NOS AJUDAM NO TRABALHO, NOS ALIMENTAM, OU NOS TRANSPORTAM. A ESSES ANIMAIS DAMOS O NOME DE DOMÉSTICOS.

OS ANIMAIS DOMÉSTICOS NÃO TÊM MEDO DO HOMEM. PELO CONTRÁRIO, GOSTAM DE TER NOSSA COMPANHIA E DE RECEBER CARINHO. SE FIZERMOS COISAS QUE NÃO GOSTAM, PODEM ASSUSTAR, AVANÇANDO NAS PESSOAS QUE ESTÃO POR PERTO, POIS ESSA É SUA FORMA NATURAL DE DEFESA.

PARA CONHECER MAIS SOBRE ESTES ANIMAIS CONVERSAMOS COM O LUIZ, PAI DA LUIZA SEIXAS. FIZEMOS MUITAS PERGUNTAS E DESCOBRIMOS VÁRIAS COISAS:

ENTREVISTA COM O LUIZ

TURMA: POR QUE CORTAM O RABO OU PARTE DA ORELHA DO CACHORRO?
LUIZ: ISSO ACONTECE MAIS POR MOTIVOS ESTÉTICOS, MAS TAMBÉM NÃO FAZ MAL PARA OS ANIMAIS.

TURMA: O QUE É MAIS FÁCIL: CUIDAR DE ANIMAL DOMÉSTICO OU SELVAGEM?
LUIZ: DOMÉSTICO, PORQUE ELES SÃO DÓCEIS E ISSO FACILITA O TRATAMENTO. E É IMPORTANTE CUIDAR DOS NOSSOS ANIMAIS: LEVAR PARA PASSEAR, TROCAR A ÁGUA E DAR COMIDA. LEMBREM-SE DE QUE NEM TUDO O QUE É BOM PARA A GENTE É BOM PARA O ANIMAL, POR ISSO, É MELHOR SÓ DAR A RAÇÃO;

TURMA: OS PITBULLS SÃO PERIGOSOS?
LUIZ: NEM TODOS. MAS TODO ANIMAL, QUANDO FICA IRRITADO, É PERIGOSO. NUNCA SUBESTIME UM ANIMAL, POIS NÃO SABEMOS QUAIS VÃO SER SUAS REAÇÕES. NUNCA, NUNCA, BRINQUE COM UM ANIMAL QUE VOCÊ NÃO CONHECE.

TURMA: OS CAVALOS PODEM TER RABOS PEQUENOS?
LUIZ: AS CRINAS DOS CAVALOS NECESSITAM SER CORTADAS OU AMARRADAS, PARA NÃO MACHUCAR O CAVALEIRO OU ATÉ MESMO O CAVALO. O CUIDADO COM A CRINA DO CAVALO É UM PROCESSO DE AMIZADE, DE CONFIANÇA ENTRE O HOMEM E O ANIMAL.

TURMA: DE QUAIS ANIMAIS VOCÊ JÁ CUIDOU?
LUIZ: CAVALO, TOURO, COBRA, CACHORRO DO MATO, PORCO, GAVIÃO,…

TURMA: COMO É UMA CIRURGIA EM ANIMAIS?
LUIZ: OS VETERINÁRIOS USAM ANESTESIAS E ALGUMAS VEZES OS ANIMAIS PRECISAM SER IMOBILIZADOS.

Categoria: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *